segunda-feira, 11 de agosto de 2008

[PB23] Conversas sobre o pensamento: Georges Bertrand e a erradia geografia (entrevista em gabinete)

Geografia (Rio Claro/SP)
[volume 32, número 2, p. 500-513, Maio/Ago. 2007]
ENTREVISTA POR MEIO DA QUAL PROCURAMOS SABER DAS CIRCUNSTÂNCIAS QUE LEVARAM O GEÓGRAFO FRANCÊS A EMPENHAR-SE EM VALIDAR UMA TEORIZAÇÃO GLOBAL EM GEOGRAFIA FÍSICA. COMPREENDENDO, ADEMAIS, ASSUNTOS TANGENTES, SEU DEPOIMENTO FRISA AS RECORRENTES PERDAS DE OCASIÃO QUE PARECEM, TRISTEMENTE, CARACTERIZAR A HISTÓRIA DA DISCIPLINA.
["Na França, a Nova Geografia foi considerada uma espécie de revolução. Acho que foi interessante, mas aqueles que a praticaram 'bloquearam' as instituições, os escritórios de referência. Todo um lobby foi criado e com isso não estive de acordo. E, veja, um lobby anti-naturalista! O que é curioso, por sinal. Não entendo por que a Nova Geografia teria de ser anti-naturalista. Eliminaram categoricamente a Geografia Física!" (BERTRAND apud REIS JÚNIOR, p. 507)]
SOLICITE UMA CÓPIA! (dantereis@unb.br)