terça-feira, 23 de abril de 2013

[PB61] Do pensamento à linguagem: metodologia para análise de discursos geográficos (estudo de caso Aziz Ab'Sáber)


XIV Encuentro de Geógrafos de América Latina
[08-12 Abr. 2013, PUCPerú, Lima, Anais, 20f. - primeiro autor: Fabiola P. Z. Canata, UnB]
Título original do resumo submetido: "Do pensamento à linguagem: proposta metodológica para a análise de discursos geográficos, nas entrelinhas de um estudo de caso (Aziz Ab’Sáber)"
COMUNICAÇÃO EM QUE DESCREVEMOS OS EXPEDIENTES METODOLÓGICOS CONCEBIDOS PARA EXECUTAR UMA ANÁLISE INTERPRETATIVA DE DISCURSO GEOGRÁFICO. MENCIONAMOS AS SEIS QUESTÕES FUNDAMENTAIS ATINENTES: "TIPO IDENTITÁRIO" (UM DADO SISTEMA DE PENSAMENTO - POR EXEMPLO, O EMPIRICISMO); "CLÁUSULAS" (AS CARACTERÍSTICAS VINCULÁVEIS AO SISTEMA EM QUESTÃO); "ATRIBUTO" (REBATIMENTO DA CLÁUSULA NA PRÁTICA CIENTÍFICA - POR EXEMPLO, AS EXPEDIÇÕES A CAMPO); "DISCURSO" (UM TRECHO DE TEXTUALIZAÇÃO CONFIRMANDO ESSE REBATIMENTO NA OBRA DE UM PERSONAGEM); "HIPÓTESE DE CORRESPONDÊNCIA" (A SUGESTÃO DA SEQUÊNCIA CAUSAL "TIPO:CLÁUSULA>ATRIBUTO>DISCURSO"); E "ESTILO DE ARGUMENTO" (TIPOLOGIA PASSÍVEL DE ASSOCIAÇÃO: DIGAMOS, E. "CLÁSSICO" OU "CRÍTICO-PRAGMÁTICO"). A ILUSTRAÇÃO DO MÉTODO É FEITA A PARTIR DO EXAME DE TEXTOS DE AUTORIA DE AZIZ N. AB'SÁBER (1924-2012) - OBRA QUE CONSTITUIU O OBJETO DE UM PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, COM ALUNOS DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. NO CASO DESTE EMINENTE PERSONAGEM, PÔDE-SE SUSTENTAR A VERIFICAÇÃO DE DISCURSOS AO ESTILO CLASSICISTA E AMBIENTALISTA (RESPECTIVAMENTE CONFIRMADOS PELOS ATRIBUTOS DE UMA GEOGRAFIA LITERÁRIO-DESCRITIVISTA E DE UMA GEOGRAFIA MESCLANDO PRAGMATISMO E CRITICISMO).
[extrato: "... cabe aqui frisar as adjetivações enunciadas acima: deve ser explícita e frequente a inclinação. Bem, isso significa que o intérprete precisará sustentar sua 'hipótese de correspondência' (tipo identitário -> cláusula -> atributo -> discurso) a partir, irrevogavelmente, de uma amostra substantiva de trechos ilustrativos; sendo que esta 'substância' tem de querer dizer, ao mesmo tempo, uma correspondência realmente perceptível (isto é, detectável, sem esforço, nas próprias palavras do autor) e uma correspondência suficientemente replicada – ou seja, verificável em mais de um registro e durante alguns seguidos anos ..." (p. 3, grifo do autor)]
SOLICITE UMA CÓPIA! (dantereis@unb.br)